Procaína: Confira seus inúmeros benefícios

De um simples anestésico a Procaína ganhou destaque como tratamento de vários tipos de doenças

O anestésico local Novocaína (também conhecido como Procaína) foi sintetizado pela primeira vez em 1905. Desde a sua criação, a Procaína tem sido utilizada não só com finalidade anestésica, mas também com outros usos terapêuticos.

Atualmente, tem sido utilizada para tratar a depressão, aumentar a libido e agir em processos inflamatórios e no emagrecimento, entre outras utilidades.

A Procaína apresenta uma variedade de efeitos biológicos e farmacológicos, funcionando como agente antioxidante, anti-inflamatório, cardioprotetor, neuroprotetor, radioprotetor, citoprotetor e desmetilante. 

No combate do envelhecimento

Entre os pesquisadores que observaram de perto a Procaína, Ana Aslan notou outra qualidade da Procaína: suas propriedades geroprotetoras, ou seja, que combatem o envelhecimento, reduzem o estresse oxidativo e aumenta a longevidade células.

Em 1951, ela começou a tratar um grupo de pacientes selecionados com Procaína a 2%, relatando vários efeitos “rejuvenescedores” em pacientes idosos:

  • Melhoria da memória
  • Alívio da depressão
  • Repigmentação do cabelo
  • Melhora do tônus ​​da pele e melhora geral de sua condição.

Todas estas observações resultaram, em considerar a Procaína como “uma substância profilática e terapêutica útil na luta contra a velhice”. Uma vez que muitas doenças relacionadas à idade/síndromes geriátricas estão associadas ao estresse oxidativo e ao consequente dano celular, limitar sua intensidade tornou-se uma importante área de interesse e um alvo terapêutico comum da pesquisa farmacêutica relacionada ao envelhecimento.

Vários estudos confirmam o seu envolvimento na atenuação do stress oxidativo celular e sistémico, atuando nos principais alvos do envelhecimento e doenças relacionadas com a idade.

Outros benefícios da Procaína

Estudiosos relataram vários efeitos bem-sucedidos no tratamento de várias condições, como neuralgia do trigêmeo (dor facial intensa devido à disfunção do 5º nervo craniano), enxaqueca, câncer de garganta, fraturas, dor pós-operatória e uma ampla gama de distúrbios distróficos.

Outros benefícios da Procaína são sua boa tratabilidade e toxicidade de baixo grau devido à sua meia-vida curta e degradação plasmática, efeito de impermeabilidade capilar, inibição da inflamação, ação antioxidante e redutora de gordura.

Atualmente, é relatado que efeitos relaxantes, antidepressivos e ansiolíticos de longo prazo são frequentemente observados quando são aplicadas aplicações de curto prazo de Procaína.

Doença reumática e Câncer

O efeito anti-inflamatório da procaína na doença reumática foi especialmente alto quando combinado com um aditivo alcalino. Além do efeito de bloqueio dos canais de sódio dependentes de voltagem com o resultado de uma anestesia de curto prazo, ações adicionais da Procaína nas membranas celulares e na matriz.

No campo da oncologia, é relatado o efeito da Procaína na redução dos efeitos colaterais da radioterapia ou para melhorar a influência da quimioterapia.

Terapia Neural usa Procaína para tratar dores e doenças crônicas

A Terapia Neural baseia-se na teoria de que o trauma pode produzir distúrbios duradouros na função eletroquímica dos tecidos. Entre os tipos de tecidos afetados pelo trauma estão cicatrizes, nervos ou um aglomerado de nervos chamados gânglios. Uma injeção de terapia neural corretamente administrada pode, muitas vezes, resolver instantaneamente e de forma duradoura doenças crônicas e dores crônicas.

O objetivo do terapeuta neural é identificar a partir da história de vida do paciente em que lugar do corpo há uma fibra nervosa irritada, que pode ser responsável por um sintoma ou uma doença, e assim estimular sua reparação, permitindo que o organismo volte a exercer com êxito sua função.

A partir da identificação destes possíveis campos interferentes, o tratamento ocorre a partir de aplicações de anestésicos locais – Procaína (ou lidocaína) em baixas concentrações. O efeito desejado na Terapia Neural não é o anestésico, e sim o efeito elétrico destas substâncias, que induzem a célula a uma tensão de 290 mV, permitindo a repolarização e estabilização do potencial da membrana plasmática das células afetadas, neutralizando a irritação e assim retomar um melhor funcionamento do sistema neurovegetativo. Vários estudos clínicos recentes apontaram a melhora funcional dos sintomas somáticos e psicovegetativos durante a terapia neural com Procaína.  

Procaína Benzoica

Os primeiros estudos sobre a Procaína Benzoica foram realizados em 1940, no Instituto Nacional de Geriatria de Bucareste na Romênia pela Dra. Anna Aslan e uma equipe de médicos clínicos. Estudou-se os efeitos sistêmicos da Procaína em 4000 pacientes durante 2 anos e os resultados foram:

  • Controle da pressão arterial
  • Aumento do vigor físico
  • Aumento da potência sexual
  • Desaparecimento da depressão
  • Melhora das artropatias, artrose, dores reumáticas
  • Diminuição dos níveis do colesterol
  • Alguns apresentaram recuperação da cor dos cabelos
  • Desaparecimento de úlceras gástricas e duodenais
  • Melhoria da função respiratória
  • Melhoria da função cardíaca
  • 40% de diminuição de ausências ao trabalho.

Estudos demonstraram que quando a Procaína é administrada por via intravenosa, aumenta o fluxo sanguíneo para as zonas paralímbicas anteriores e a amígdala cerebral, além de melhorar os efeitos hemodinâmicos do coração

Procaína injetável na Farma Saluti

A Procaína injetável oferece a forma ativa do nutriente diretamente ao metabolismo, isso faz o resultado vir muito rápido.

Fonte de informações:  Banco de Dados da Literatura Médica – MEDLINE, Revista de Ciências Farmacêuticas Básica e Aplicada UNESP, Instituto Brasileiro de Terapia Neural, Oettmeier R, Reuter U, Bonilla LBP (2019) A infusão de base de procaína: 20 anos de experiência de um uso alternativo com vários efeitos terapêuticos. Complemento Alternativo Integr Med 5: 061. As informações disponibilizadas neste artigo provem de dados oficiais, porém não substituem avaliação, diagnóstico, tratamento ou acompanhamento de profissionais.

Compartilhe isso:

6 thoughts on “Procaína: Confira seus inúmeros Benefícios

    1. Olá Valquiria,

      Nos esforçamos para oferecer informações úteis e relevantes, e é muito gratificante receber um feedback tão positivo como o seu. Continue nos acompanhando para mais conteúdo!
      Monica – Farma Saluti Blog

    1. Olá Pedro,

      Ficamos muito felizes em saber que você gostou do nosso conteúdo. Nos esforçamos para oferecer informações úteis e relevantes, e é muito gratificante receber um feedback tão positivo como o seu. Continue nos acompanhando para mais conteúdo!
      Monica – Farma Saluti Blog

  1. Fui tratado co. Dor reflexa de bruxidmo.na fase e fez ótimo.efeito um divisor mesmo.na vida pra quem tem.muota tensão na face e nis.musculos da face por causa do.aperto.nos dentes involuntariamente por até reflexo que causa muita dor na musculatura facial.e da boca…

    1. Realmente, Cesar!
      A odontologia Neurofocal (ONF) utiliza a Procaína como um dos tratamentos da Terapia Neural, que pode trazer um grande alívio para quem sofre de Bruxismo, que os dentes têm ligação com vários órgãos e sistemas.
      Obrigado por compartilhar conosco sua experiência!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error

Gostou deste blog? Compartilhe :)